16/06/2014

Acontecendo – Projeto de Pesquisa nas aulas de História

Os alunos do 8º ano Ensino Fundamental 2 ao 3º ano Ensino Médio do INSA- Cruzeiro-SP estão, em diferentes níveis, trabalhando como aprender a fazer uma pesquisa com mais qualidade nas aulas de História, professor Rafael Noronha, não sendo puro “control c control v” (em linguagem de informática significa copiar e colar um texto integral da Internet sem atribuir autoria).

O 8º ano e o 9º ano estão se preparando para apresentações formais e para a entrega de uma pesquisa digitada seguindo regras básicas da ABNT. O tema central do 8º ano é sobre Escravidão Africana, permitindo uma parceria com a disciplina de Geografia, professora Fabiene Almeida, que está trabalhando o tema da Campanha da Fraternidade sobre Tráfico Humano.

Pelo segundo ano consecutivo o Ensino Médio aprofunda a pesquisa acadêmica da seguinte forma: o 1º EM está aprendendo as etapas de um projeto, o 2º EM trabalha artigo científico, enquanto o 3º EM realiza uma monografia, o TCC (trabalho de concluso de curso). As apresentações do Ensino Médio acontecerão no final do ano e em especial, a apresentação do 3º EM está planejada para o dia 12 de Novembro com a presença dos pais.


Realizar um projeto que visa o aprimoramento de como pesquisar corretamente é importante não apenas para o aluno ir bem na disciplina de História, mas o auxilia no futuro, nas palavras da ex-aluna Viviane Dias, formada em 2013 e estudante de Relações Internacionais pela PUC-Rio sobre o projeto “me ajudou a escrever artigos, pois já sabia as regras e principalmente fazer citações que são muito importantes para dar mais legitimidade para pesquisa. É uma responsabilidade construída que auxilia no tempo, nas fontes certas a se pesquisar e dependendo do tema, um embasamento para uma aula e para aprimorar seus conhecimentos”. 

Alunos do 9º ano preparam pesquisa na nova Biblioteca do INSA 

Acontecendo – Projeto em Rede no 8º ano

Os alunos do 8º ano do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora, Cruzeiro-SP, e do 8º ano do Instituto Santa Teresa, Lorena-SP, estão participando de um espaço virtual de debate sobre a História e a atualidade do Brasil, começando sobre a questão indígena, já que este é o primeiro tema sobre o nosso país que o livro da RSE apresenta. Os debates acontecerão em um grupo fechado na rede social Facebook com a orientação do professor Rafael Noronha, que leciona nas duas turmas da Rede Salesiana  de Escolas. 



14/06/2014

Aconteceu DNA - 2014 - INSA

Mais uma vez nossa escola participou do maior Desafio de Conhecimento realizado pela Internet, o DNA O Desafio virtual possui 4 tarefas extras surpresas, 110 desafios mais um enigma final. Os 110 desafios são divididos em 11 áreas de conhecimento, sendo eles: meio ambiente, música, curiosidades, atualidades, idiomas, história, tecnologia, esportes, raciocínio lógico, Direito e um tema surpresa.

Nossa equipe - Algas Nórdicas - foi composta pelos alunos Gabriel Silva (1º EM), Gabriel Taraban (2º EM), Isabella Diniz (3º EM), Maria Eugênia (3º EM), Raissa Fortes (3º EM) e Rafael Noronha (professor de História e Atualidades).

Participamos da 1ª fase, ficamos em 24º lugar e nos classificamos para a fase final, conseguindo resolver o enigma final. São mais de 1000 equipes participando do DNA.




18/05/2014

Acontecendo - Participando da Olimpíada Nacional em História do Brasil

Pela terceira vez os alunos do INSA participam da Olimpíada Nacional em História do Brasil promovida pela UNICAMP. São cinco fases virtuais e uma fase - a final - presencial. A cada fase são apresentadas questões de múltipla escolha e um desafio, que pode ser desde a organização de documentos históricos a produção de um jornal. 

A supervisão da equipe é por conta do professor Rafael Magno Noronha, professor de História, e os alunos envolvidos são Milene (9ºano), Daniela (1º EM) e Gleysson (2º ano).

Foto da equipe Guerreiros da Sabedoria:



10/05/2014

Jogos no IST

Os alunos do 7º e 8º ano do IST - Lorena-SP fizeram jogos de revisão sobre a matéria do começo do 2º trimestre. O 7º ano fez uma revisão sobre pré-história, Egito e Mesopotâmia enquanto o 8º ano foi desafiado sobre Revolução Industrial. 
7º ano 





8º ano 






Jogos no INSA

Jogos de Revisão sobre o 1º trimestre e atualidades do 8º ano ao 3º ano Ensino Médio do INSA - Cruzeiro-SP com o objetivo de resgatar temas estudados nos 3 meses iniciais do ano letivo em História e servindo de preparação para o Simulado de Rede Salesiana de Escolas para o Ensino Médio. O 1º ano e o 3º ano também tiveram um jogo de perguntas e respostas sobre as notícias da semana.

2º ano 
3º ano 
8º ano  
9º ano
1º ano

31/03/2014

A Ditadura Não Acabou – 50 anos de Golpe no Brasil


“Falo assim sem saudade
Falo assim por saber
Se muito vale o já feito
Mais vale o que será
(Milton Nascimento, Fernando Brant)

As imagens abaixo parecem ter saído de algum arquivo da Ditadura Militar no Brasil, porém basta uma olhada mais atenta para verificar que são fotos de 2013 e 2014 e a truculência usada pela Polícia Militar durante os protestos contra o aumento da passagem do ônibus, por reivindicações sociais e contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. 
















É de causar estranheza e nojo ver que 50 anos após o Golpe Militar de 1964 estamos tão ligados a um passado violento e cheio de censura do que a uma democracia como podem sonhar os mais iludidos.  O Brasil muito timidamente começou a passar a limpo o seu passado com a criação, em várias instâncias, da Comissão da Verdade, contudo isso tem sido pouco para nos livrar de um passado opressor e de uma Polícia Militar que aprendeu a agir com violência sem entender até hoje o que é a tal democracia.

Em 2014 o governo esperava que o ufanismo pela Copa do Mundo realizada no Brasil tomasse conta do país, mas uma Copa que não foi feita para os brasileiros causou o sentimento reverso e o nosso Governo parece não saber lidar bem com oposições, algo tão legítimo se torna uma ameaça em ano eleitoral, pois o povo redescobrindo a rua é um verdadeiro tapa na cara em um Estado assistencialista, que esperava tudo menos perceber que um país não se faz com “bolsas” apenas.

Na madrugada de 31 de Março de 1964 os militares deram início, por meio de um Golpe de Estado, à 21 anos de Ditadura no Brasil. Uma reação ultraconservadora apoiada pelos Estados Unidos e por diversos setores conservadores da sociedade contra o então presidente da República, João Goulart e a suposta ameaça de socialismo que os reacionários acreditavam que rondava o Brasil.

Foram 21 anos de uma Ditadura que torturou, matou, exilou e deixou marcas em nossa História que até hoje não foram apagadas, seja na memória daqueles que viveram estes tristes momentos, seja por um Governo que usa da máscara da democracia para dizer que governa para o nosso bem.

Vale a pena conferir para saber mais:




22/03/2014

Era Uma Vez... Teatro 2º EM e 3º EM – Av2 2º Tri – INSA

Nossa Avaliação Mensal 02 do 2º trimestre será em forma de teatro e conforme combinado será um grupo apenas por turma.

O tema é “Era uma vez... Valores e Histórias” - Valores salesianos apresentados de forma lúdica (Valores que fazem parte da nossa morada).

Os contos de fada estão cada vez mais em alta com tantas releituras, atualizações e novas versões para crianças e adultos, contudo, não é de hoje que essas narrativas tem destaque na História.










Na formação de nações até o século XIX a literatura tinha o papel de agregar culturas e difundir a língua da nova nação. Um bom exemplo é Alemanha, onde os irmãos Jacob e Wilhelm Grimm “estão entre os principais responsáveis pela difusão da língua alemã. Durante suas pesquisas, organizaram e adaptaram em língua alemã cerda de 200 contos para crianças. Extremamente populares, eles pertenciam à tradição dos diferentes povos germânicos e eram passados oralmente, de geração a geração. Entre eles estavam Cinderela, Rapunzel e Chapeuzinho Vermelho. Lidos compulsivamente, eles ajudaram a formar assim os futuros alemães. Afinal, não era apenas um idioma comum que se difundia, mas toda uma cultura, com seus intricados sistemas de valores”. (Livro 3º EM – Rede Salesiana de Escolas – p. 27)

Portanto, conto de fada é coisa séria!

Atenção
- Faça um teatro “leve”.
- É teatro, não é aula de História.
- Caprichem em cenário e figurino.
- TEMPO: 15 / 20 minutos

Avaliarei: apresentação, tempo, organização (e agilidade para se arrumar, para arrumar o  cenário, a limpeza do palco, a organização das cadeiras do auditório etc.) e disciplina (na apresentação dos grupos, nos corredores, durante a aula, nas saídas e entradas no auditório) No dia da apresentação: usar os banheiros de baixo!!!! = ]

      Roteiro do Teatro (fonte: times New Roman ou Arial – tamanho: 12 alinhamento: justificado – cor: preta) –entregar no dia da apresentação para a Avaliação de História – 25 de Junho

® Capa:
·         No alto da página – Nome do GRUPO (inventem o nome)
·         No centro da página – Nome da Peça de Teatro
·         Abaixo do Nome da Peça de Teatro – Colocar disciplina / nome do professor / série
·         No final da página: Nome da Escola e ano

® Desenvolvimento:
·         Primeira Página: Nome dos personagens e dos alunos. O grupo poderá escolher alunos para fazer trabalho de apoio: SONOPLASTIA, ASSISTÊNCIA, CENÁRIO e FIGURINO. Os nomes deles deverão aparecer logo abaixo da lista de personagens e assim como os outros alunos, deverão participar igualmente – da criação aos ensaios. Registrem a cada encontro: quem esteve presente (faça lista de chamada e tire fotos – é preciso provar que toda a sala realmente fez o trabalho)

·         Páginas seguintes: roteiro com as falas, as ações e as músicas usadas.

·         Regras: tempo de duração de 10 minutos no mínimo e de 20 minutos no máximo


Observações e dicas:

·         Ensaiar postura no palco e pronúncia;
·         Não ficar de costas para a plateia;
·         Falar de devagar, articulando bem as palavras;
·         Uma boa trilha sonora sempre enriquece o teatro;

Festival do Minuto... Vídeo 1º EM – Av2 2º Tri – INSA

Nossa Avaliação Mensal 02 do 2º trimestre será em forma de teatro e em breve dividiremos os grupos.

TEMA: “Vem, aqui é tua casa”

Em exato um minuto cada equipe deverá desenvolver um vídeo com o tema acima a partir de uma perspectiva pessoal.

Observe que o tema é bastante amplo, mas procurem mostrar elementos significativos de nossa escola, afinal por horas e por anos ela é sua morada! O que a torna sua casa?

Importante: sejam criativos, não sejam clichês e não façam simples compilação de imagens da Internet! Uma produção original é muito mais valorizada!

Use somente músicas que tenham uma letra que não ofenda os princípios e valores salesianos.

O que fazer em um minuto? Contar uma história? Imagens do dia-a-dia para refletir? Um mini videoclipe? Tudo é possível, basta deixar a mente criar.

Gravem em formato de DVD com boa qualidade de imagem e áudio.

Seguiam rigorosamente as seguintes datas:

Apresentação do vídeo: 25 de Junho.


DICA-  Acessem o Site do FESTIVAL DO MINUTO


 Assistam para ter ideias:






OBS.: Os melhores vídeos irão para a Jornada da Juventude da nossa escola !

18/03/2014

Ucrânia - a História em Curso



http://pt.slideshare.net/rafamundao/atualidades-ucrania

Algumas vezes desde a criação desse blog tive a chance de falar sobre a História que se desenrola diante de nossos olhos e apontar perspectivas nunca é uma tarefa fácil, pois neste exato momento em que eu escrevo ou em que você lê esta postagem tudo pode ter mudado e novas soluções pacíficas se apresentado. 

O fato é que o referendo na Crimeia muito bem orquestrado e arranjando pela Rússia deixa o mundo muito próximo de um conflito e nesse jogo de xadrez não podemos prever até quando a diplomacia será usada, pois o Governo russo parece não temer um conflito bélico, já iniciado em pequena escala na última terça-feira, 18.

Alguns analisadas enxergam uma movimentação russa ao leste da Ucrânia e, fora o discurso hipócrita dos EUA, os países europeus prometem não deixar passar essa situação com indiferença. 

Estamos a beira de conflito maior? 
Sim, o cenário mundial é muito próximo do início do século XX e da Primeira Guerra Mundial. 
Ele irá acontecer? 
Possivelmente! 
Qual a proporção de um possível conflito na região ou mundial?
Não há como prever, pois tudo dependerá de qual será a próxima peça do tabuleiro que será movimentada e qual país tem peças para dar um xeque mate real, longe dos discursos e ameaças.


Atenção:

3º ano INSA / Cruzeiro-SP: matéria da AV2 - Estudem os Slides + Explicação + Blog + Atualizações que eu estou postando no Grupo de vocês no facebook!

3º ano IST / Lorena-SP: Postem no comentário o link de uma matéria atualizada sobre o tema e escrevam um comentário com pelo menos um parágrafo argumentativo sobre sua opinião em relação ao tema geral e à notícia pesquisada (individual)

A Copa do Mundo é Nossa? Palestra ANGLO - Projeto Sagres

Palestra ANGLO - Projeto Sagres - Cruzeiro-SP

29 de Março 




O Brasil realmente não é para principiantes, pois entender toda sua complexidade leva tempo e ao mesmo tempo nunca se esgota. Estamos tendo uma chance incrível de debatermos o nosso país a partir das acaloradas discussões sobre a realização da Copa do Mundo aqui.

Porém parece que algo saiu do roteiro do Governo Federal e a velha imagem de um povo brasileiro cordial deu lugar a um povo que está querendo redescobrir o valor de sair às ruas e protestar, mesmo que sem jeito e mesmo sem saber como fazer, pois estamos entre a violência e atos de vandalismo (não o vandalismo mostrado pela Mídia, que valoriza demais o que não precisa ser supravalorizado).

O Brasil é uma contradição sem fim, vivemos em uma suposta democracia, mas o Governo se sente ofendido com os protestos, a mídia só mostra um lado e boa parte da Polícia Militar não sabe como agir, a não ser agir com uma violência desproporcional.

Em ano de Copa do Mundo e de Eleições cada ação não é pura e acrescente neste caldeirão os 50 anos do Golpe Militar no Brasil, um ingrediente que apimenta as discussões com pessoas que defendem intervenção militar no país. No último sábado tentaram reeditar a Marcha da Família com Deus, um verdadeiro fracasso que levou às ruas mais ou menos 500 pessoas (a original de 1964, que incentivou e muito o Golpe levou 99% a mais), contudo que representam muitas outras tantas que acreditam no retrocesso.


Temos uma História recente de democracia e certamente ainda é muito imatura, todavia ainda é um modelo, enquanto não tirarem nossa voz, para debatermos sobre o Brasil que beira entre o caos e a transformação, entre o grito de gol e o grito de mudança.

E você? O que você pensa sobre tudo isso?


Slides :


SAGRES - Anglo - 2014 - A Copa do Mundo é Nossa? Rafa Noronha from Rafael Noronha

Vídeos dos Slides - usados na aula:

https://www.youtube.com/watch?v=a12htVt3fYs



https://www.youtube.com/watch?v=PJ6NnGEiucM




https://www.youtube.com/watch?v=gCGWW45I4EY

02/02/2014

Aconteceu - Desafio nos 8º anos INSA e IST

Tanto o 8º ano do INSA quanto do Santa Teresa tiveram o mesmo desafio: os grupos tiveram que fazer escolher de acordo com os personagens que representavam na Idade Média - clero, nobreza e servos. As escolhas podiam mudar os rumos da História e o interessante que o resultado foi bem diferente nas duas turmas.

Vejas as fotos:

IST 





INSA





Aconteceu - História Pessoal no 6º ano IST

Os alunos do 6º ano do Santa Teresa levaram brinquedos, objetos e fotos de quando eram mais crianças para compartilhar um pouco de suas memórias na aula de História, professor Rafael Noronha. O objetivo foi mostrar a importância da História a partir da História pessoal.

Veja a turma reunida no final da aula:




28/01/2014

Aconteceu - 1ª aula 9º ano IST Ensino Religioso

A fé, a verdadeira fé, inclui muitas dimensões e sempre é uma descoberta pessoal que leva tempo para amadurecer em cada um de nós. Pensando nisso os alunos do 9º ano IST escreveram sobre sua experiência de fé e religião na primeira aula de Ensino Religioso, Professor Rafael. 

Veja as fotos:


Aconteceu - 1ª aula do 8º ano IST - Movimentos Sociais

Na 1ª aula de História do ano de 2014, a turma do 8º ano do IST (assim como do INSA) debateu a partir das primeiras explicações do professor Rafael e de um vídeo (assista abaixo) o significado de Movimentos Sociais e quais são as principais necessidades do Brasil na atualidade.

Clique e aumente as fotos: