TCC-Ensino Médio

Projeto de Pesquisa no INSA e IST  - Orientações Gerais

Todo projeto de pesquisa precisa seguir regras, que padronizam um texto acadêmico! Isso não quer dizer que seja algo legal! NÃO, não é legal, porém é necessário para a próxima etapa da vida de vocês: a UNIVERSIDADE!

ATENÇÃO:

Abaixo seguem as regras da ABNT adaptadas para serem usadas nas aula de História - professor RAFA.  Leia tudo com atenção e siga as orientações passadas em sala de aula.

1. Formas de apresentação

1.1. Formato 

O projeto ou trabalho deve ser realizado em folho A4 (21,0 cm x 29,7 cm)

1.2. Projeto Gráfico

Recomenda-se fonte tipo Times Nem Roman ou Arial.

Fonte de tamanho 12 para texto

Fonte de tamanho 11 ou 10 para citações longas (mais de 4 linhas)


Título pode ser 14 ou 16 !



Utilize estilo justificado do parágrafo para o texto (estilo centralizado somente para os títulos ou para capa)


1.3. Margens

Margem esquerda e superior: 3 cm

Margem direita e inferior: 2 cm




1.4. Espaçamento

Espaço duplo para o texto, entre títulos ou seções do texto.

Espaço simples para as citações longas ( 4 linhas ), as notas, as referências bibliográfica e resumos (quando solicitados no trabalho)

Especial 1,2 (parágrafo inicial - para citação de 4 linhas usar valor zero)
Espaçamento antes e depois Automático 

Observe as imagens abaixo para ver estes detalhes:



2.  Para fazer citações:

2.1. Citações 

No manual detalhado abaixo você verá como realizar corretamente uma citação, mas antes você tem que saber que existem dois padrões de citação para você organizar no seu texto:

- citação curta quando o texto citado diretamente vem entre aspas e ocupa apenas 3 linhas, neste caso a citação continua com mesma fonte, tamanho e espaçamento. Veja abaixo:


- citação longa quando o texto citado diretamente vem sem aspas e ocupa 4 linhas, nesta caso existem as seguintes alterações:

Fonte 10 ou 11
Espaçamento simples entre as linhas
Sem o parágrafo de 1,2 cm
Recuo de 4 cm (selecione o texto que receberá este recuo de 4 cm, vá em parágrafo e altere o valor, como na imagem abaixo)


Veja o exemplo como deve ficar:


Depois disso volte com as configurações anteriores para o texto continuar na formatação que estava antes da citação!

Sempre que realizar uma citação você deve coloca uma referência bibliográfica resumida, pois a versão completa aparecerá no final do trabalho (a versão completa é explicada no item 3)

Veja os exemplos: 

- Referência resumida no texto:


- Referência completa dessa citação só aparecerá completa no final do trabalho:

Veja outro exemplo :



Existem outros tipos de citação - já foi mostrado anteriormente para ilustrar o caso de 3 ou 4 linhas - agora observe outras considerações: 

 Citação direta
Trata-se de uma citação que, conforme a NBR 10520 (2002, p.2) revela ser a “Transcrição literal da parte da obra do autor consultado”.

USANDO APUD - Citação da citação:

Como o próprio nome já nos revela, trata-se da citação de parte de um texto encontrado em um determinado autor, referente a outro, visto que a esse outro não se pôde ter acesso. No texto, tal modalidade deve ser retratada de seguinte forma: autor do documento não consultado, seguido da expressão latina apud (citado por), em formato normal (não expresso em itálico) e o autor da obra consultada. VEJA:


Citação indireta

A citação indireta se caracteriza como uma espécie de paráfrase das ideias de um determinado autor, ou seja, o pesquisador, por meio de suas próprias palavras, interpreta o discurso de outrem, contudo, mantendo o mesmo sentido. Outro aspecto que deve ser levado em conta é a necessidade de o autor (ou os autores) e o ano em que a obra foi publicada serem mencionados. 

Exemplo:


Site usado para explicar citações direita, apud e indireta: MONOGRAFIAS BRASIL ESCOLA


OBSERVAÇÃO: se você for usar uma imagem em seu trabalho também tem que fazer referência bibliográfica como uma citação textual e colocar uma legenda na imagem. Se o seu trabalho precisar ter muitas imagens você pode colocá-las no final do trabalho como ANEXO. Lembrando: o Anexo é citado no trabalho (por exemplo, ver anexo 1 a imagem tal ou a tabela ou o texto sobre esse assunto...) diferente do Apêndice que você também pode colocar no trabalho, porém não precisa colocar sobre ele no seu texto como o Anexo, ele está lá no final apenas por estar ou apenas para "ilustrar" melhor o seu trabalho, contudo não faria falta se não estivesse lá.


3. Referência Bibliográfica
  • Livro:

BARREIROS, Edmundo; SÓ, Pedro. 1985: o ano em que o Brasil recomeçou. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.
MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, 2005.
  • Quando usado um capítulo de um livro com vários autores:

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In SADERB, Emir & GENTILI, Pablo (orgs.) Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.
  • Quando o livro foi usado inteiro, mas tem vários autores, use apenas o nome do organizador:

BITTENCOURT, Circe (org). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2003 (repensando o ensino).
  • Dois autores:

BUFFA, Ester; NOSELLA, Paolo. A educação negada: introdução ao estudo da educação brasileira contemporânea. São Paulo: Cortez, 1997.
  • Música:

BOFÁ, Marcelo; LOPOS, Dado Villa; RUSSO, Renato. Perfeição. Intérprete: Legião Urbana. In LEGIÃO URBANA, Como é que se diz eu te amo. Rio de Janeiro: EMI. P.2001. 1 CD, Faixa 10
FREJAT; CAZUZA. Ideologia. Intérprete: Cazuza. In: CAZUZA. Ideologia. Rio de Janeiro: Mercury, p.1996. 1 CD. Faixa 1
  • Internet:

CAZUZA. Depoimentos de198?. Disponível em: [http://www.cazuza.com.br/sec_textos_list.php?language=pt_BR&id_type=2]. Acesso em 22 de julho de 2006.
MARRACH, Sonia Alem. Neoliberalismo e Educação. São Paulo, 1996. Disponível no Site < http://firgoa.usc.es/drupal/node/3037/print>. Acesso em 05 Jun 06
HISTÓRIA DO MUNDO. Revolução francesa. Disponível em < http://www.historiadomundo.com.br/idade-moderna/revolucao-francesa.htm>. Acesso em 11/04/2013.
UOL VESTIBULAR. Revolução francesa. Disponível em < http://vestibular.uol.com.br/revisao-de-disciplinas/historia-geral/re. jhtm> . Acesso em 11/04/2013.
  • Quando não se usa um livro inteiro, apenas algumas páginas da obra:

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002. p.500-556.
  •  Texto de Congressos, Encontros, Seminários, Publicações


Encontro Regional da ANPUH. História hoje: balanço e perspectivas. In.: FALCON, Francisco José Calazans. História e cultura. Rio de Janeiro: Associação Nacional dos Professores Universitários de História, 1990. p.100 – 132.
PCN – HISTÓRIA: ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO. Retrospecto Histórico sobre a disciplina de história no Brasil. Brasília MEC /SEF, 2001.
  • Quando os autores se repetem:

HOBSBAWN, Eric. A era dos extremos: o breve século XX: 1914-1991. São Paulo Companhia das Letras, 1995.
_______________. A era dos impérios. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001
  • Revista:

MONTEIRO, Ana Maria. Os professores de história ainda são necessários? Revista Nossa História. Ano 01, edição nº 5, março de 2004.




ATENÇÃO, ALUNOS, ATENÇÃO:

Daqui para baixo existem orientações gerais para a produção de cada estilo de trabalho! Faça de acordo com o pedido pelo professor em sala de aula, seguindo as orientações passadas por ele na aula ou pelas redes sociais!


4. Apresentação Geral

Um trabalho acadêmico consta de 3 partes

Parte 1 - Pré-textuais

Capa
Folho de rosto
Errata (opcional)
Dedicatória
Agradecimentos
Epígrafe
Resumo em português e Palavras Chave
Sumário

Veja um modelo:


Parte 2 - Textuais

Introdução ( Projeto de Pesquisa transcrito de forma textual)
Desenvolvimento ( o trabalho em si )
Considerações Finais ( conclusão )

Parte 3  - Pós textuais

Referência Bibliográfica (obrigatória)
Apêndice (opcional)
Anexo (opcional)
Glossário (opcional)

5. Apresentação Oral / Slides 

Modelo de uma apresentação :


DICAS:




1. A simplicidade é fundamental.
2. Use fundos com moderação. 
3. Slides devem ser sintéticos.
4. O que nos leva ao ponto seguinte: não escreva na apresentação tudo o que você precisa ler…
5. Atenção ao tamanho da letra. Letras muito pequenas simplesmente não podem ser vistas!
6. Cuidado com o tipo de letra. 
7. Cores e imagens: use apenas o essencial. 
8. O mesmo vale para uso de ícones: eles devem ter um propósito comunicativo
9. Dê preferência ao uso de uma imagem por slide.
10. Lembre-se que uma boa apresentação não deve ter erros de ortografia.

VEJA MAIS DICAS 


Apresentações Orais:

“Seja formal, use corretamente a língua portuguesa. Deixe gírias para outro momento”, indica a professora da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), Lilian Passarelli.


 POSTURA : Toda atenção deve estar no projeto, por isso manter uma postura neutra é o mais indicado. Gesticular excessivamente e andar de um lado para o outro da sala tira a atenção de quem assiste. Para não fazer feio, ensaie e treine o corpo para o grande dia. Aproveite e faça exercícios para não apresentar olhando para um professor, mas sim para a plateia. Outro ponto de gera dúvida é a roupa. Use peças formais com cores coringas, do tipo preto e branco, no caso do TCC.

 Em sala de aula UNIFORME COMPLETO.

Outras cores podem ser adotadas, mas com sutileza. Lembre-se: o clima é de formalidade, portanto looks carregados devem ser deixados para comemorar a aprovação. Não se esqueça também de deixar o celular desligado para não ser interrompido com uma ligação inesperada.

Outras dicas que podem ser adaptadas para apresentações mais simples em sala de aula: CLIQUE AQUI

·         Para apresentar bem:
1.     Evite Gírias/ cuide do vocabulário; Não é hora de ser informal; Não é hora de brincadeiras;
2.     Seja objetivo e conciso;
3.     Olhe nos olhos do professor e da plateia. Demonstre segurança (se estiver com medo, olhe para a testa ou para cabeça que o efeito é o mesmo…);
4.     Faça pequenas pausas entre os assuntos;
5.     Seja profissional/ a apresentação deve ser de igual para igual, com humildade, sem arrogância;
6.     Demonstre energia, vontade e não seja indiferente, apático;
7.     Vista-se de acordo com a ocasião, apresente-se como o profissional que você é ou que gostaria de ser. Não esqueça: não é um dia qualquer;
8.     Flexione a voz, não mantenha um tom constante, crie contrastes;
9.     Defenda seu trabalho com convicção: não use “eu acho”, substitua por “eu acredito”, etc;
10.  Descanse e durma bem a noite anterior;
11.  Sua cola é o seu Slide! Apenas isso! Cuidado com o tempo!
12.  Se você usa óculos de grau eventualmente, esse é o dia de usá-lo;
13.  Se possível, utilize recursos visuais (Slides);
14.  Se houver oportunidade, movimente-se. Demonstra segurança em relação a apresentação e domínio do tema;
15.  Não peça desculpas. Ignore os erros. Siga adiante. Você deve retificar apenas se o erro for de “conteúdo”, não “de apresentação” (esquecer palavras, branco, etc.);
16.  O que está em jogo é a sua segurança em relação a sua escolha e a execução do seu trabalho. Seja firme. Defenda com vontade as suas escolhas;
17.  A melhor maneira de preparar, é ler o conteúdo umas vinte vezes e depois apresentá-lo na frente do espelho mais umas vinte vezes;
18.  Nada substitui o treino. Depois da quinta “tentativa” de apresentação, você começa a ligar o “automático” e a apresentação flui sem maiores esforços. As demais são para ajustes…

TRABALHOS ESPECÍFICOS

PROJETO de PESQUISA 

- Capa simples com título do trabalho (mesmo que provisório)

- Problematização - A delimitação do tema : 

O tema do projeto não deve ser generalizado. É preciso delimitá-lo, não há como alcançar um objeto de estudo muito amplo. Trata-se de estudo monográfico, busca-se a resolução de um problema, quanto mais específico ele for, melhor. 

Comece formulando uma pergunta, por exemplo:

Até que ponto a Educação é um reflexo das mudanças históricas e do ensino de História a partir dos anos 80?

Depois transforme essa pergunta em frase elaborada:

A Educação como reflexo das  mudanças históricas para se entender o sentido do ensino de História no século XXI a partir das transformações culturais do final dos anos de 1980.

- Justificativa

Por que fazer esta pesquisa?
Fazer a justificativa é dar respostas a essa interrogação. 

A justificativa ressalta a importância do problema a ser investigado, nas perspectivas acadêmica, tecnológica, científica, filosófica ou social. Para tanto, deve fazer ver o impacto positivo que o estudo trará a esses setores. É nesta parte que é feita a contextualização minuciosa do problema, evidenciando seu desenvolvimento histórico-cronológico e teórico-conceitual. Por isso, a relevância deve apontar em que a pesquisa a ser feita contribuirá para o debate do tema proposto no projeto. 

Trata-se de um texto de pelo menos duas páginas

Hipóteses da pesquisa
Como pode ser vista a solução para o problema?
Nesse momento aponta-se uma solução provisória para o problema. 
No contexto do projeto, as hipóteses constituem-se em respostas provisórias que dará o norte ao trabalho investigativo. É uma proposição de solução do problema, passível de ser alterada ao final da pesquisa. 

Exemplo:

A educação não sofreu nenhuma grande alteração sob influência cultural do final dos anos 80.

O projeto de educação atual no Brasil sofreu grande influência do neoliberalismo. 

- Objetivos - Geral e Específicos

Para estabelecer os objetivos, o geral e os específicos, o estudante deve abordar o problema da pesquisa de modo explícito. O objetivo geral corresponde ao resultado final do trabalho. Os objetivos específicos são resultados parciais. Entretanto, esses últimos devem contribuir para que o objetivo mais amplo seja efetivamente concretizado.
Ao estabelecer os objetivos, deve-se ter cuidado para não prever algo muito grandioso, universal ou genérico demais, porque o trabalho, seja ele de graduação interdisciplinar ou de conclusão de curso, é monográfico: sobre um só tema, um só problema. Assim, objetivos menores podem influenciar para boas contribuições. Objetivos grandiosos podem resultar em algo pouco significativo. Além disso, observar os verbos empregados neles.

Exemplos:

Geral:

ü  Entender as transformações culturais ocorridas na passagem dos anos 80 para os anos 90 para realizar uma reflexão sobre o sentido no ensino de História a partir desse contexto.

Específicos:

ü  Resgatar o contexto histórico que conduziu às transformações do final dos anos de 1980, pontuando também como a Educação se apresentou ao longo  do século XX.
ü  Mostrar as transformações culturais na passagem dos anos 80 e 90.
ü  Compreender o quanto as transformações históricas de um período  influenciam na construção de um paradigma educacional, em específico, as mudanças a partir do final dos anos de 1980 e o sentido do ensino de História no início do século XXI.

Verbos para objetivos:

Verbos de
Conhecimento
Compreensão
Aplicação
Análise
Síntese
Apontar
Descrever
Aplicar
Analisar
Coordenar
Assinalar
Discutir
Demonstrar
Calcular
Conjugar
Citar
Explicar
Empregar
Comparar
Construir
Definir
Expressar
Esboçar
Contrastar
Criar
Escrever
Identificar
Ilustrar
Criticar
Enumerar
Inscrever
Localizar
Interpretar
Debater
Esquematizar
Marcar
Narrar
Inventariar
Diferenciar
Formular
Relacionar
Reafirmar
Operar
Distinguir
Listar
Registrar
Revisar
Praticar
Examinar
Organizar
Relatar
Traduzir
Traçar
Experimentar
Planejar
Sublinhar
Transcrever
Usar
Investigar
Reunir

Avaliação
Apreciar
Aquilatar
Avaliar
Calcular
Escolher
Estimar
Julgar
Medir
Selecionar
Validar
Valorar

DICA: salve sempre o trabalho que você estiver fazendo / digitando - incorpore até ser automaticamente em sua digitação a função CONTROL B (salvar).

1º ano Ensino Médio 

 Pesquisa:
Individual
Capa simples (nome do aluno - nº da chamada - nº do grupo - tema da pesquisa - nome do professor - escola - data)
Mínimo: 3 páginas de PESQUISA seguindo todas as orientações de trabalho acadêmico (ABNT)
Após as 3 páginas de texto seu: Referência Bibliográfica

Não esqueça de salvar essa pesquisa e arquivá-la direito, pois você vai aproveitá-la posteriormente.


·  Projeto: 

Capa
Folho de rosto
Dedicatória
Epígrafe

Desenvolvimento - PROJETO

Referência Bibliográfica


2º ano Ensino Médio INSA

  • Pesquisa:
Individual
Capa simples (nome do aluno - nº da chamada - nº do grupo - tema da pesquisa - nome do professor - escola - data)
Mínimo: 3 páginas de PESQUISA seguindo todas as orientações de trabalho acadêmico (ABNT)
Após as 3 páginas de texto seu: Referência Bibliográfica

Não esqueça de salvar essa pesquisa e arquivá-la direito, pois você vai aproveitá-la posteriormente.


·  Projeto: 

Capa
Folho de rosto
Dedicatória
Epígrafe

Desenvolvimento - PROJETO

Referência Bibliográfica

  • Artigo Científico 

Capa
Folho de rosto
Dedicatória
Agradecimentos
Epígrafe
Resumo em português e Palavras Chave
Sumário

Introdução (o projeto reescrito de forma direta, sem tópicos ou subtítulos) 

Desenvolvimento - O ARTIGO:

Segundo a ABNT (NBR 6022, 2003, p.2), o artigo científico pode ser definido como a “publicação com autoria declarada, que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados nas diversas áreas do conhecimento”.

O primeiro passo é compreendermos que enquanto na monografia existe a possibilidade de se esmiuçar um determinado assunto, estendendo-o em vários capítulos, no artigo científico tal aspecto não prevalece.

Mínimo: 15 páginas de texto de ARTIGO.

Considerações Finais ( conclusão )

Referência Bibliográfica


3º ano Ensino Médio INSA
  • Pesquisa:
Individual
Capa simples (nome do aluno - nº da chamada - nº do grupo - tema da pesquisa - nome do professor - escola - data)
Mínimo: 3 páginas de PESQUISA seguindo todas as orientações de trabalho acadêmico (ABNT)
Após as 3 páginas de texto seu: Referência Bibliográfica

Não esqueça de salvar essa pesquisa e arquivá-la direito, pois você vai aproveitá-la posteriormente.
  
·  Projeto: 

Capa
Folho de rosto
Dedicatória
Epígrafe

Desenvolvimento - PROJETO

Referência Bibliográfica


  • Monografia - TCC

Capa
Folho de rosto
Errata (opcional)
Dedicatória
Agradecimentos
Epígrafe
Resumo em português e Palavras Chave
Sumário


Introdução ( Projeto de Pesquisa transcrito de forma textual)

Desenvolvimento ( o trabalho em si ) - o TCC

Pelo menos 2 capítulos como 12 páginas no mínimo de texto cada capítulo

Capítulo 1 - contextualização geral 

Capítulo 2 - aprofundamento e resolução da problematização 


Considerações Finais ( conclusão )

Referência Bibliográfica

“Comprometimento individual a um esforço conjunto — isso é o que faz um time funcionar, uma empresa funcionar, uma sociedade funcionar, uma civilização funcionar.” Vince Lombardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, coloque seu nome e alguma identificação (cidade, profissão ou instituição).

Se for aluno do RAFAEL, coloque seu nome e série !

Os comentários NÃO são publicados diretamente no BLOG !!! Primeiro eu leio, aceito e posteriormente eles entram no ar ! ! ! !

= ]