21 de fev de 2008

E AGORA CUBA?

texto de Rafael Noronha

Vídeo dos alunos Lucas, Matheus, Pedro e Sami do 3º ano EM, apresentado em sala de aula (22/02/2008) sobre a renúncia de Fidel Castro - Aula de Atualidades:


A famosa imagem de Che Guevara, que estampa camisas no mundo inteira, é associada ao combate contra o capitalismo. Ele, um dos líderes da Revolução Cubana de 1959, lutou pelos seus ideais, não como um herói, sim como Ser Humano, que cometeu muitos erros e acertos.

1. Fora da Lata de Lixo

Não faz muito tempo que li – a partir de um tom sensacionalista e sem a exata compreensão, que é fundamental para o verdadeiro historiador – que práticos e teóricos do socialismo estavam assegurados na lata de lixo da História. Na tal lata estavam, por exemplo, Lênin (Revolução Russa -1917), Mao Tsé-tung (Revolução Chinesa – 1949), Che Guevara e Fidel Castro (ambos da Revolução Cubana – 1959).


Estar na lata de lixo é estar em um fundo qualquer esquecido, negando a importância – para o bem ou para o mal – de personagens históricos (não falo de heróis). É impossível compreender o século XX sem entender a Revolução Russa, que no ano de 1917 deu início a utopia do socialismo contra o capitalismo. Brevemente podemos entender que o sistema socialista, em sua teoria, objetiva promover o bem comum e isso se sobrepõe aos interesses particulares, pois haveria uma repartição, entre todos do trabalho comum e dos produtos de consumo. Este sistema pensado de forma científica por Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895), seria apenas uma etapa intermediária para o comunismo e este aboliria a classes sociais, a propriedade privada e o Estado. Já o Capitalismo em sua essência é um sistema baseado na propriedade privada, na liberdade comercial, na busca pelo lucro e na divisão de classes.

Na teoria o socialismo é imbatível, no entanto, na prática ele não funcionou como se esperava ou quando posto em prática pelos “senhores da lata de lixo” não se deu a partir de um processo histórico, mas sim da imposição via Revolução, que após um primeiro momento de acerto, se tornou uma ditadura injustificável. 



Exemplo clássico e atual é Cuba, que em nome de excelentes índices de qualidade nas áreas de educação e saúde, paga um alto preço por isso, como a falta de liberdade de expressão, a dura repressão e o atraso tecnológico. Isso para citar apenas alguns exemplos encontrados também em outros países que tentaram dar asas ao sonho socialista.



Cuba - Área: 110 922 Km²; capital: Havana; população: 11,3 milhoes (2004); nacionalidade: cubana; idioma: espanhol; moeda: peso cubano


2. Um pouco da História de Cuba

A ilha de Cuba tornou-se independente da Espanha em 1898 e desde então o país passou a estar bastante ligado aos Estados Unidos. Durante a primeira metade do século XX, a ilha continuou com sua economia baseada na agricultura de exportação, no latifúndio controlado pelo capital estrangeiro e a ser governada por ditadores apoiados pelos Estados Unidos, como Fulgêncio Batista, no poder desde 52, tinha como grande adversário o advogado Fidel Castro. Fidel se exilou no México após ter sido preso em 1952 pela tentativa de atacar um quartel para dominar as forças militares . Retornou em 1956 para iniciar uma revolta, que também fracassou, contra Batista, obrigando o seu grupo guerrilheiro a se esconder nas florestas de Sierra Maestra. Fazia parte desse grupo o médico argentino Ernesto Che Guevara.




Che Guevara e Fidel Castro na época da Revolução Cubana, em 1959


Somente em 1º de Janeiro de 1959, conseguiu-se fazer a Revolução, liderada por Fidel Castro, Che Guevara, Camilo Cieunfuegos e Raul Castro (irmão de Fidel) e a partir de 1961, Cuba adotou o socialismo. A partir disso os Estados Unidos e Cuba romperam relações diplomáticas. Ela aproximou-se da antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (parte da atual Rússia) para ter apoio econômico até a década de 1990, quando a URSS entrou em colapso. Nesse mesmo período Cuba viveu uma grande crise econômica, intensificada com a ampliação do embargo econômico dos EUA, que perdura até hoje.
''
No ano de 2004, a Comissão de Direitos Humanos da ONU condenou a falta de liberdades civis em Cuba e a União Européia adotou restrições econômicas e diplomáticas contra o país. Até o dia 19 de Fevereiro de 2008, Fidel Castro, símbolo de repressão e perseguição política, estava oficialmente na Presidência da ilha. Após quase 50 anos no poder ele renunciou por meio de uma carta publicada pelo Diário Oficial “Granma”.


3. E agora Cuba?

Fidel Castro comandou Cuba por quase 50 anos e sua renúncia apenas sinaliza que mudanças poderão ocorrer, mas a longo prazo. Mas vale lembrar que a História é feita de grandes reviravoltas.


Em um primeiro momento após renuncia do “eterno ditador”, algumas especulações e comentários de representantes de vários países tenderam à idéia de que Cuba estaria livre do socialismo repressor, no entanto, passado o primeiro instante, a realidade é que Fidel Castro saiu apenas de uma posição oficial do Governo, assumida por seu irmão Raul Castro, que deverá ser eleito Presidente pelo Parlamento no próximo final de semana.


A História é feita de surpresas e mudanças podem ocorrer. Caso nenhuma reviravolta aconteça, é dado como certo que pouca coisa deva se alterar de imediato em Cuba . A imagem do líder da Revolução Cubana é algo muito forte na ilha e é exatamente isso que talvez garanta que as mudanças sejam lentas, em especial na economia. Afinal, o fantasma de Fidel estará mais vivo do que nunca, pois como o próprio afirmou em seu discurso:


“Não me despeço de vocês. Desejo apenas lutar como um soldado das idéias. Continuarei a escrever sob o título 'Reflexões do companheiro Fidel'. Será mais uma arma do arsenal com o qual se poderá contar. Talvez minha voz seja ouvida. Serei cuidadoso.”




Podemos até jogar na lata de lixo da História as idéias ultrapassadas, a violência gerada pelo poder (seja na própria ilha de Cuba ou nos impérios capitalistas), a falta de liberdade, as mentiras propagadas ao longo do tempo e as que nos fazem mal no dia-a-dia, contudo, a idéia sensacionalista de jogar na lata de lixo personagens e acontecimentos que modificaram a Humanidade sucumbe perante a necessidade que temos de entender o passado e o presente, não apenas pelos seus fatos e sim também pela urgência de se modificar antigas idéias, trazendo à tona outros caminhos para Cuba e para todos que são reprimidos por outros sistemas econômicos injustos.




É preciso muito mais do que uma simples lata de lixo para apagar os vultos do passado, mesmo que estes não sejam boas lembranças.




Referência Bibliográfica:


BRUIT, Hector. Revoluções na América Latina. São Paulo: Atual, 1988.

PORTAL TERRA. Fidel Castro Renuncia à Presidência. 19 Fev 08. Disponível em <
http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI2465469-EI8140,00.html> Acesso em 21 Fev 08.

ZENUN, Katsue Hamada e; MARKUNAS. Mônica. História Ensino Fundamental, 8º ano. Brasília: CIB – Cisbrasil, 2006. (Coleção RSE)

NOTA em 2011: Vale a pena conferir as mudanças que se desenrolaram posteriormente, embora como se era de esperar, a abertura em Cuba está realmente sendo feita aos poucos e pensada a longo prazo como se verificou!

17 comentários:

  1. Imaginamos que não ira mudar muita coisa no governo atual pois quem assumiu foi seu irmão Raul Castro, que provavelmente tera a mesma linha de pensamento de seu irmão.
    Fidel prezou muito a educação e a saude em seu país mas a um preço muito caro, com muita repressão, censura, altos preços e atraso tecnologico.
    As coisas só irão mudar quando os horizontes se expandirem e o povo tiver mais acesso as tecnologias, a preços mais baratos e quando a censura deixar de existir.

    Pedro Henrique e Lucas Cotrim
    3ºEM

    ResponderExcluir
  2. Bruna Veiga Martins N°04 3ºE.M.

    Fidel deixa o governo nas mãos de seu irmão Raul, depois de 50 anos no comando pode vir a ocorrer mudanças em Cuba devido a troca do lider. Contudo, não podemos esquecer das coisas que o antigo lider ja fez em seu governo, sendo elas boas ou ruins, mas foi aquelas que levou Cuba para frente

    ResponderExcluir
  3. Che Guevara era um líder do ´povo´, ele abandonou sua faculdade de Medicina, a sua fortuna, em busca de um ideal político, juntamente com Fidel Castro e outros. Che Guevara sempre foi considerado pelo sensacionalistas um homem de ideal utópico por pregar idéias nem sempre aceitas pela maioria da sociedade. Cuba se transformou em um país socialista através de Fidel Castro que continuou no poder até 2008 e por motivos maiores(doença) preferiu abandonar o cargo e passá-lo para seu irmão Raul Castro. Mais achamos que Cuba só vai prosperar se o regime sair, porque ele impede um desenvolvimento maior do país. Apesar de igualdade para todos ser uma boa idéia mas utópica!

    Carolina Werkhaizer e Marcela Faury
    3ºEM

    ResponderExcluir
  4. Camila Carriço e Lara Ristom 3° E.M.22 de fevereiro de 2008 12:30

    queridos amigos o regime implantado em Cuba é o socialismo e por muiiitos anos o país sobreviveu a ditadura;sempre com pontos positivos e nagativos Fidel liderou o país,mas com a globalização Cuba deveria ter se expandido para se tornar um páis mais adequado ao mundo em que vivemos hoje.Depois de sua renuncia seu irmão que assumiu seu lugar provavelmente nada vai mudar e quem sabe com as eleições diretas isso poderá mudar.

    ResponderExcluir
  5. Com o irmão de Fidel no governo e a população não tendo oportuniddade de falar não haverá uma mudança significativa no país de Cuba.
    Cuba sofre com o método socialista, o atraso tecnológico, preços muito altos, são exemplos disto; porém também a um lado bom, a boa qualidade na educação, por exemplo.
    O país só irá se tornar melhor quando a população tiver voz ativa e escolherem o que acreditam ser o melhor para todos.

    Annelise Ávila e Washington.
    3ºEM

    ResponderExcluir
  6. Concordamos com nossos queridos amigos Lucas e Pedro,
    que a mudança de nada adiantará para a população cubana, já que Fidel Castro ainda estará no comando, mesmo que indiretamente.
    Sendo assim, os cubanos continuarão sofrendo a mesma pressão de muitos anos.

    Luiza e Maria Mariana

    ResponderExcluir
  7. Débora e Monique 3º em22 de fevereiro de 2008 12:31

    Infelizmente a utopia de Fidel é inatingível pois somente em um mundo perfeito o socialismo e o capitalismo poderiam coexistir. Apesar do desenvolvimento educacional e na área de saúde, a repressão do movimento torna-o ineficaz. Em um mundo globalizado, onde o lucro e o desenvolvimento por desenvolvimento é posto em primeiro plano, é impossível um país fechar suas portas e viver um sistema ultrapassado. O socialismo poderia hipotéticamente existir se fosse um processo desenvolvido ao longo dos anos como o capitalismo.

    ResponderExcluir
  8. Alheio ao fato de que ditadura Fidel teve pontos positivos, ou não para o país, através da imposição do Socialismo, temos que concordar que Fidel Castro foi um grande líder político, de início com grandes idéias de igualdade e bem comum, motivando a Revolução. Infelizmente esse poder lhe subiu à cabeça e ele não teve controle para tomar decisões que levassem ao desenvolvimento total de Cuba. Em suma, ele criou uma barreira impenetrável em Cuba, isolando o país do resto da América, tanto de fora para dentro, como de dentro para fora. Mesmo a educação, moradia e empregos sendo garantidos no país, não há onde aplicar nem o conhecimento, nem o dinheiro em lugar algum.
    Assumindo Raul, será que o mesmo continuará a saga de irmãos castro o, depois filhos e netos Castro, criando uma dinastia sem fim no país? Ou talvez o irmão Raul sentia inveja de Fidel e provocou a morte do mesmo para assumir o poder? E tenho questionado!

    recadinho para o rafael:
    Após a renúncia, só resta uma dúvida: Vontade própria ou conspiração??

    Is Fidel Castro dead???
    Fidel a mort?
    Fidel murrió?
    Fidel morreu?

    Letícia Carneiro, Mariana Ushizima
    3ºEM

    ResponderExcluir
  9. Bom dia!
    Fidel Castro ainda é e sempre será a alma de Cuba,pois, implantou ali o socialismo, e como nossos amigos acima disseram,foi a custo e muita coisa que colocaram saúde e educação.

    fializando,Cuba ainda terá o seu teor socialista por muito tempo,porque uma vez a semente é plantada,ela vira uma gandiosa árvore.

    Atenciosamente.Adeus(1 min pro sinal)

    Sami e Matheus 3º EM

    ResponderExcluir
  10. A linha de Governo seria a mesma que já que seu sucessor apredeu com Fidel, as sombras dele continuará a rondar.
    Representantes de Cuba, adotaram o socialismo uma transição para o comunismo que eliminaria assim as desigualdades, e a produtividade seria de forma coletiva
    Morre o líder, porém a idéia continua.No governo de Fidel ocorre uma opressão grande, seja política ou econômica, devido a atitude nacionalista de querer progresso.
    socialismo uma transição para o comunismo que eliminaria assim as desigualdades.


    Fabiana e Maísa
    3º EM

    ResponderExcluir
  11. A história de Cuba sempre foi algo muito questiano e especulado também. Fidel sem combras de dúvidas foi um grabnde Ditador, que pelo ou pelo mal, marcou a história de seu país e justamente por isso o seu fantasma ainda estará presente na lembranças de seu povo e no governo de seu país.
    Eu não acredito que o comando de Raul Castro seja tão diferente do comando de Fidel, se não o ditador, que tanto preza seus métodos segundo tal bem sucedidos, não confiaria ao irmão tal cargo. As idéias de Fidel ainda vão vagar por muito tempo entre as repressões e opressões sofridas pelos cubanos...!
    Grandes mudanças ocorreram quando seu povo conseguir abrir os olhos, e enxergar por eles mesmos, e não através de um poder imposto, adquirindo conhecimento de mundo, condições, tecnologias e estado de país e não apenas 'jogarem no lixo' todo seu passado acreditando fielmente que mudanças virão automaticamente e quev atitudes são desnecessárias...!
    A educação e a saúde de Cuba são realmente de se admirar, mas agora lhes pergunto será que vale o preço que se tem que pagar por isso?


    Bruna Nolde - 3º EM - nº3

    ResponderExcluir
  12. Imagino que não vá mudar muita coisa,lógico cada pessoa por mais que tenha a mesma opinião age de modo diferente,mas são irmãos e na teoria um apoia o outro.Apesar do país ter bons níveis de educação,saúde,etc não vale a pena ter tudo isso pelo preço que eles estão pagando.A liberdade é um direito do ser humano.


    Camila de Fátima 3ºEM

    ResponderExcluir
  13. Fidel castro colocou uma certa lei ,que mesmo ele se afastando do governo essa lei continuou ligada a ele e porque seus seguidores acataram essa lei de uma tal forma que mesmo depois que ele se afastar vai continuar essa lei devido por ser seu irmão e seus companheiros.Ele ajudou muito mas,por outro lado tirou a liberdade deles,mas foi elas que mudou Cuba.
    KISLEY E JULIANA N 10 E 11

    ResponderExcluir
  14. A História é MOVIMENTO . . .

    Como tal não se faz de uma maneira sempre igual e por isso ela é fascinante, pois sempre pode existir o fator SURPRESA ! ! ! ! !

    Para muitos a renúncia de Fidel é uma surpresa, pois quem consegueria imaginar Cuba sem Fidel no poder? Mesmo afastado há alguns meses já, ele estava lá . . . era dele a Presidência !

    Entender CUBA é sempre algo complexo e sempre ficam pontos de interrogação sobre o assunto.

    Adorei a pergunta do recadinho... Letícia e Mariana... a renúncia de Fidel é algo muito recente, o que dificuldade um certo distanciamente do nosso olhar para entender o que de fato se passa e não há como adivinhar o futuro.

    Pela lógica a linha de pensamento que podemos traçar é que se trata de uma vontade própria (ou inspirada por alguma pressão), pois como líder da nação não é melhor ele deixar o poder oficialmente, mas o deixando para o irmão, que poderá manter tudo mais ou menos como sempre foi OU ele deixar o poder ao morrer, abrindo a possibilidade de uma mudança radical?

    Conspiração ? A História nos inspira a não descartar essa hipótese, afinal, eu ou vocês estamos lá em Cuba? Somos Fidel ou Raul Castro? Fazemos parte do Parlamento? Não... portanto, tudo é possível,podemos imaginar que se trata de um falsa carta de renúncia ou que ele já morreu .... nada concreto, apenas questioamentos que podem parecer "loucos", no entanto devem nos fazer pensar, afinal, quem de nós conhece toda a verdade ?

    E então, devolvo a pergunta:


    Is Fidel Castro dead???
    Fidel a mort?
    Fidel murrió?
    Fidel morreu?

    ResponderExcluir
  15. só a cargo de informação, parece que o rafael gostou da musica.

    é Imperial March da banda apocalyptica

    ResponderExcluir
  16. curto a música e não sei pq tem alguma coisa a ver a realidade com Darth Vader ... talvez não, exagero, mas tem mais ver do que o Raul Cortez . . . rs

    ResponderExcluir
  17. Cuba paga pelos erros do passado, ao ter associado ao socialismo, sem ele lhe contribuir e repassar confiança sobre sua continuidade.

    ResponderExcluir

Por favor, coloque seu nome e alguma identificação (cidade, profissão ou instituição).

Se for aluno do RAFAEL, coloque seu nome e série !

Os comentários NÃO são publicados diretamente no BLOG !!! Primeiro eu leio, aceito e posteriormente eles entram no ar ! ! ! !

= ]