26 de set de 2011

O Estado Palestino

Primeiro entenda que...

Há várias décadas israelenses e palestinos brigam pelas mesmas terras no Oriente Médio. No ano de 1947 a Organização das Nações Unidas (ONU) sugeriu  a divisão da Palestina entre judeus e árabes, formando dois Estados. Israel (judeus) se tornou independente e, em 1967, depois da Guerra dos Sete Dias, anexou territórios palestinos (árabes), expulsando a população local. A partir disso os palestinos exigem a devolução das terras e estas são as razões principais dos conflitos e guerras nesta região explosiva do globo.

Na atualidade...

A Autoridade Nacional Palestina pediu no último dia 23, na Assembleia Geral da ONU, o reconhecimento do Estado palestino nas fronteiras antes de 1967. Para que isso aconteça os 15 países membros do Conselho de Segurança da Organização precisa aprovar o pedido sem nenhum veto.

Já se sabe que, declaradamente, os EUA não apóiam a criação de um Estado Palestino, pois são aliados históricos de Israel.

O Conselho de Segurança da ONU começou nesta segunda-feira, 26 de setembro de 2011, a debater sobre o assunto e seria importante que o saldo fosse positivo, afinal, a paz entre os palestinos e os árabes só será atingida quando cada lado puder viver com soberania e segurança


30 comentários:

  1. primeiramente israel não deveria estar ali pois, a pelestina sempre foram deles e entrar tomando espaço maior que sua própria população deixando menos aos palestinos é injustiça e falta de consideração ...mas graças a isso temos guerra sem parar desde entao 1967 bastaria apenas medir novamente e entregar a diferença mas como o orgulho é grande...

    rebeca 9ºa

    ResponderExcluir
  2. thiago carlos 1º
    o que falta é consciência dos estados unidos de entender que ele faz parte de uma organizaçao mundial,ou seja ele deveria apoiar o que é certo e melhor para a maioria.e tambem falta consciencia da parte de israel de perceber que eles foram os invasores

    ResponderExcluir
  3. A questao da palestina hoje esta caindo em um jogo de interesses liderado pelos EUA e jogando totalmente de lado o povo palestino que tanto já sofreu ...

    matheus almeida 1º

    ResponderExcluir
  4. Barack Obama criticou o pedido palestino e o caracterizou de "atalho" ilusório. "Estou convencido que não existe atalho para o fim de um conflito que persiste durante décadas. A paz não virá de declarações e resoluções na ONU", declarou diante da Assembleia Geral.(retirado do G1)

    Essa foi a postura adotada pelos EUA e continuará assim pois os EUA é um pais egoísta,pensa primeiramente nele e como Israel é aliado de longa estrada...vai rolar uma grande influência e pressão feita dos EUA contra o estado da palestina, porém tudo indica que a palestina pode sim conseguir pois alguns países votarão de acordo com o novo estado como:Brasil, China, Índia, Rússia, Líbano e África do Sul.

    Yan Oliveira 2°EM

    ResponderExcluir
  5. O que dizer e pensar de um país que é uma potência mundial e faz parte da ONU que ao invés de auxiliar os outros países apenas apoiam causas para seu benefício próprio. Espero que o Conselho de Segurança da ONU consiga um resultado positivo em relação a essa disputa por terras para que essas guerras cessem e esse povo que sofreu tanto como a palestina consiga ter paz e pare com esse derramamento de sangue de inocentes.
    Bruna Ferreira 9°B
    Bruna Paulino

    ResponderExcluir
  6. Apoio a Palestina, que quer apenas tomar de volta o que já era seu e está sendo injustiçada. O homem desde pequeno é ensinado a dividir, mas e agora? Que só visa dinheiro, poder e não enxerga além do próprio umbigo? Acho que coisas materiais não tem a mínima importância perto de paz.

    Joana Pêcego 9°B
    Beijo, Fessor =]

    ResponderExcluir
  7. Denise.
    Devemos entender o que era aquelas terras antes da guerra. E o que é hoje... Independente dos USA, os palestinos não iriam brigar se esta terras fossem como antes, um deserto. Agora, quanto ao USA, ele apoiam quem ela quiser. Certamente os palestinos jamais iriam contra os outros "irmãos" para defender Israel contra um suposto rompimento com USA. Faço uma pergunta qual foi o beneficio que a Palestina fez com sua parte da terra?

    ResponderExcluir
  8. Essa luta do reconhecimento da Palestina como Estado será difícil, pois com a negação dos EUA por ser aliado de Israel, eles trarão benefícios e não prejuízos ao país e nem para eles mesmos. Com a aceitação do país americano, Israel se sentirá "traído", onde surgirá problemas entre eles. Mesmo a Palestina ter uma parte dessa razão de querer as terras que perdeu, a ONU deverá propor algo em que haja benefício a todos.
    Agatha, 1º.

    ResponderExcluir
  9. Para a Palestina ser reconhecida no cenário internacional, será complicado. Os EUA são contra, o que poderá pesar muito. E também os palestinos não tem uma econômia boa para serem um Estado sólido e que não dependam de um outro país para se sustentarem. Deixando de lado a geo-política e adentrando a parte social e humanitária, acho que a Palestina deveria ser uma nação independente e assim fazer parte da ONU.

    ResponderExcluir
  10. É inaceitável que Israel tome parte das terras da Palestina por uma questão de religião... O grande problema é que, nessa região, as leis e religião se associam. Outro fato é que os EUA tem grande influência sobre a ONU (que no caso é a maior autoridade), e estão apoiando Israel. Com certeza não se chegará a um consenso tão facilmente, visto que essa guerra já dura muitos anos. A ONU terá que ser imparcial quanto a essa decisão, e pode se chegar à conclusão de que o resultado não será facilmente aceito pelas duas partes.
    Mariana Neves Storto nº16 9ºB

    ResponderExcluir
  11. É difícil pensar em "bom senso" em relação aos EUA. Esse país pensa apenas em si próprio e se esquece das relações que mantém com outros países. Por a ONU ter uma grande ligação com a maior potência do mundo, ela terá de ter a clareza e a justa responsabilidade de julgar de forma correta este grande problema. Basta esperarmos o bom senso da ONU e torcer para que ela tome a decisão correta, que seria julgar sem o "apoio" dos EUA.
    Raíssa Fortes

    ResponderExcluir
  12. A ONU que é influenciada pelos EUA pensou que seria uma sábia decisão dividir as terras palestinas entre judeus e árabes.O que ela não pensou foi que ainda exite a relação de conflitos entre eles faz um bom tempo e iriam simplesmente dividir a terra como bons amigos. Agora esperamos o bom senso de ambas as partes para tornar essa situação mais estável para os dois lados.

    Liana Martins nº10 9ANOB

    ResponderExcluir
  13. Em minha opinião que a palestina esta certa pois isto já tinha sido resolvido antes mas mesmo assim os árabes,antes de os árabes expulsarem os palestinos de lá mas a partir do momento em que eles resolveram expulsar os palestinos de lá,os palestinos têm todo o direito de fazer esse pedido a (ONU) bruno 9°A N°4

    ResponderExcluir
  14. A Palestina é uma área muito delicada e de muitos conflitos.
    O que ainda agrava é o fato da religião estar envolvida nesse assunto, e não pode se tomar nenhuma decisão precipitada pois esse assunto mexe com a razão e a emoção do povo, e quando esses dois fatores são afetados, por qual seja o por que causa muitas discussões e brigas pois há muitos pontos de vista a serem discutidos antes de se chegar a um consenso.
    Essa é mesmo uma difícil decisão que se não for bem resolvida pode causar muitos danos futuros.
    Maria Claudia,1º ano

    ResponderExcluir
  15. Na minha opinião a ONU deveria dar o recohecimento do estado palestino (judeus) e os Estados Unidos deveria apoiar a sua criação pois será bom pra eles! Eles teram mais um aliado!! Pois é direito deles teresse reconhecimento!! E os dois lados poderão viver com soberania e segurança!!
    Rebecca Paiva 8ºano

    ResponderExcluir
  16. Apoio totalmente palestina do seu ponto de vista para pedir ajuda a ONU,tomara que resolva esses conflitos e que reino a paz e segurança entre eles......
    Larissa nº8 9ºanoA
    Beijinho;*)Rafael...=]....

    ResponderExcluir
  17. A meu ver, Os EUA não está agindo corretamente, pois está deixando interferir em uma importante decisão algo pessoal, que é a "richa" com o estado da Palestina. É claro que tudo o que aconteceu entre eles estará, sempre, com eles, onde estiverem, pois marcou toda a humanidade, e mais ainda, aqueles diretamente envolvidos. Mas isso não significa que isso deve pesar na hora de certas decisões, como essa.
    Devem deixar de lado, ao menos por um momento, tudo isso e avaliar toda a situação com calma, fazendo uso da razão. Não é uma decisão qualquer que a ONU tem nas mãos. É a decisão de criar ou não o estado Palestino; decisão essa que pode vir a ter grande repercussão para todo o mundo.

    Yasmin Paiva Mota ;)

    ResponderExcluir
  18. Como os Estados Unidos é um país que influencia bastante em decisões da ONU,a separação das terras da Palestina ainda será demorada e acredito que quando ela acontecer não terá o mesmo território que tinha nos anos anteriores,por ser mais viável um acordo de devolução de parte da terra.Com isso os judeus vão se sentir injustiçados por perderem parte das terras ja ocupadas,os conflitos políticos e religiosos aumentarão e o problema de guerras civis não será solucionado.
    Em suma,vai ser f... essa devolução de terras :S


    André 3°EM

    ResponderExcluir
  19. Desde a divisão das terras em dois estados os conflitos políticos e religiosos começaram , e como os EUA influenciam nas decisões mundiais essa devolução de terras ainda vai demorar.

    Valentin 3°EM

    ResponderExcluir
  20. eu acho q n tem jeito pra entrar em acordo entre palestinos e arabes,tem ainda os EUA,q se acham os bons,q fikam do lado dos arabes,e issu so vai acabar quando se cansarem de brigar,de entrar em conflito.tem q entrar no acordo de divisao de terras igualmente,na partilha de bens,e os arabes devem sim brigar por suas terras pq eles tem direito a issu.tem q acabar com os conflitos e conversar civilizadamente,sem nehuma interrupção
    Lucas Savino-n-13 1-EM

    ResponderExcluir
  21. Palestina é uma região muito disputada, por assim dizer. Ela está tentando ser reconhecida como Estado Independente, tendo mais “privilégios” no cenário internacional. O que poderá pesar serão os aliados. Brasil? Sim, e quem mais? E os
    “inimigos”? Claro, o fiel aliado de Israel, os EUA. Mas a minha opinião é que, deveria sim ser criado o Estado Palestino para uma certa paz na região.

    José Washington Coelho Nogueira 8ºano N:19

    ResponderExcluir
  22. Matheus Lami 8 ano

    A ONU devia aprovar reconhecimento do Estado palestino.O Estados Unidos já se manifestaram contra esse reconheçimento porque vai desfavoreçer eles,pois são aliados históricos de Israel e não querer ´´perder´´ para os arábes...
    Matheus lami, 8 Ano- n25

    ResponderExcluir
  23. Os EUA não apoiam pois são aliados do Israel, já que muito israelenses poderosos residem lá e fazem parte da vida americana. E, para os americanos, Israel é um ponto muito importante em caso de guerra, devido a sua localização. E se os EUA fizessem vista grossa para essa divisão, certamente os israelenses perderiam a confiança nos americanos e consequentemente, não apoiariam Barack Obama.

    Stephanie, 22 - 2ºEM

    ResponderExcluir
  24. Os Estados Unidos da América que tem como atual líder politico Barack Obama, tem medo das armas e do acesso nuclear eminente que algumas nações do Oriente Médio possuem, tem medo também das mentes e atitudes de líderes políticos do OM que tomam algumas decisões um tanto quanto estranhas, tem medo de perder o posto de principal nação do Globo.
    Os americanos em geral não pensam no mundo, para eles a capital do Brasil é a Argentina por tal desconhecimentos que os mesmos tem do mundo.
    Israel é para os EUA o que Cuba era na Guerra Fria para a URSS, um aliado como um pontos estratégico em caso de alguma eventualidade.
    Em suma, os EUA pensam só em si, não pensam no que pode ser melhor para o mundo em geral, tudo deles é melhor, bom temos diversos aspectos que eles acham que são muitos bons.

    Rafael Almeida n°19 2°ano :)

    ResponderExcluir
  25. Todos sabem que os Estados Unidos da América só pensam no bem para eles e, exatamente por isso, não querem aceitar essa divisão de terra. Eles não tem uma noção correta do mundo e, a partir disso, acham que estão certos em tudo. Na minha opnião, eles deveriam pensar no bem comum, para acabar de vez com essas brigas, mesmo sendo difícil ter que "deixar de lado" o medo que sentem pelas várias ameaças vindas do Oriente Médio, devido ao ponto forte que possuem em relação às armas, acesso nuclear e líderes um tanto quanto inteligentes em certos aspectos. Mesmo assim, acho que eles deveriam pensar que, com esse pedido, a Palestina quer a paz, e, assim, os EUA podem votar a favor sem medo algum de que algo ruim ocorra à eles.

    Letícia Povoleri - nº12 2º EM

    ResponderExcluir
  26. Apesar de ser um território "divido", houve a invasão dos palestinos, portanto, como os EUA são aliados a Israel, o acordo nunca será aceito, tendo um veto, porém a atitude de paz deve partir dos países e religiões envolvidos, e havendo a participação dos EUA é quase certo afirmar que não haverá plena segurança de um resultado positivo nem segurança conflitual.

    Rodrigo Rocha 2º EM

    ResponderExcluir
  27. o estado palestino e muito disputado,pois o Estados unidos da America não apoiam pois são aliadados do Israel.A ONU deveria dar o recohecimento do estado palestino e os EUA,pois seria bom pra o país ter mais um aliado a eles.pois eles tem o direito de serem reconhecido!
    amanda torres 8ºano

    ResponderExcluir
  28. A palestina e a maioria dos paises do oriente medio sofrem com um preconceito gerado pelo terrorismo e da imagem gerada pelos americanos, mas possui grande apoio de muitos outros paises que estao focados na tentativa de paz da regiao, diferentemente dos EUA que quer seu benefico e manter sua condiçao de aliado.

    Penelope 2°ano

    ResponderExcluir
  29. Ok ! O bacana da discussão é a multiplicidade de ideias sobre uma questão polêmica e difícil resolução! Fiquem de olho nos fatos e no que ainda será escrito nesta História!
    Parabéns aos que comentaram !!
    FORÇA SEMPRE = ]

    ResponderExcluir
  30. Bom, o que podemos concluir sobre o Estado Palestino é que, os Estados Unidos que tem como comandante Barack Obama só querem ver o seu lado, ou seja, ‘’Seria bom para os Eua um estado palestino?’’, eles sabem que não é do interesse então dizem não a esta proposta, nações como China, Japão, estão no ‘’calcanhar de nossos ‘’amigos’’ americanos eles se sentem acuados em relação a isso. Israel está um ponto estratégico em caso de ataques ou ações do gênero. Eles têm aliados em todos os lugares que julgam necessário.
    Paulinho Muccelin 1°ano.

    ResponderExcluir

Por favor, coloque seu nome e alguma identificação (cidade, profissão ou instituição).

Se for aluno do RAFAEL, coloque seu nome e série !

Os comentários NÃO são publicados diretamente no BLOG !!! Primeiro eu leio, aceito e posteriormente eles entram no ar ! ! ! !

= ]