22 de mai de 2011

Um Pouco de Cultura Afro-Brasileira

Atividade – 8º ano
Existem muitos pontos para tratar sobre a formação cultura do nosso país, já tratamos aqui sobre a importância do indígena e hoje daremos um exemplo para mostrar a importância da cultura afro-brasileira. Em sala de aula vimos muitos outros exemplos e agora você pode observar algumas palavras de origem africanas que estão incorporadas em nosso cotidiano, observe e depois responda a questão reflexiva mais abaixo:

  1. Alforria: Operação pela qual um escravizado é inteiramente redimido e tornado igual um indivíduo livre, pela liberação total do seu estado de escravizado.
  2. Axé: saudação com votos e paz e felicidade
  3. Bafafá: confusão, anarquia (movimento político, ideologia).
  4. Bagunça: desordem, desarrumação (objetos).
  5. Batucada: festa ao som de tambores
  6. Cachimbo: Do quimbondo Kaximibo aparelho para fumar composto de um fornilho de Madeira em que se põe o fumo e ao qual está adaptado um tubo por onde se respire a fumaça.
  7. Cachaça: aguardente da cana –de –açúcar, pinga.
  8. Cafuné: fricção vagarosa no couro cabeludo de alguém com o fim de acariciar, acalmar.
  9. Cafundó: lugar ermo e distante, local entre montanhas.
  10. Caçula: O mais moço dos filhos ou dos irmãos; do quimbundo kasule, último filho.
  11. Capoeira: Jogo atlético afro brasileiro, vem de kapuila, que no imbundo significa, bofetada, espancar sertão o torno é usado como mata fechada.
  12. Corcunda: protuberância anormal no dorso ou deformidade da coluna vertebral
  13. Dengo: faceirice, requebro, manha, modo afetado de falar., menina travessa.
  14. Fuxico: fofoca
  15. Moleque: Do quimbondo mu’leke, menino, garoto, homem jovem, pessoa sem palavra, rapaz divertido, homem canalha.
  16. Quilombo: Do quimbondo Kilombo, refúgio,esconderijo, acampamento fortificado de escravos fugidos, geralmente distante da povoação dos broncos ou em locais de difícil acesso.
  17. Quitanda: pequena mercearia, tabuleiro onde se expõe doces à venda.
  18. Samba: dança popular brasileira com forte influência do batuque africano, música que acompanha essa dança, local onde se dança ao som de batuque.
  19. Senzala: Do quimbondo sanzala, alojamento que se destinava à moradia dos escravos das fazendas e engenhos.
  20. Umbanda: Do quimbondo u’mana, forma religiosa brasileira, resultante do sincretismo do candomblé,do espiritismo, do catolicismo e de outros cultos.
  21. Zabumba: espécie de tambor grande, cilíndrico, de madeira e com ambas as extremidades fechadas.
  22. Zumbi: Lider Maximo do quilombo dos palmes (século XVII); a palavra vem da língua bantas e significada espírito, fantasma, que se liga a idéia de imortalidade; parece estar presente no espírito do movimento negro do Brasil. 



  • Seu desafio é responder as seguintes reflexões: Será que sabemos valorizar a cultura afro-brasileira ou ainda olhamos para ela como se fosse menos do que a nossa ou  ainda temos muito preconceito em relação ao negro?


Outros textos deste Blog com o mesmo tema:

28 comentários:

  1. Joao Pedro e Gleysson23 de maio de 2011 08:16

    João Pedro nº 17 e Gleysson nº 14 8º ano
    Nós achamos que hoje muitas pessoas ainda praticam preconceito com os negros .E também que utilizamos muitas palavras de origens africanas, como bufafá , cachimbo e cachaça. Do mesmo modo nós do Brasil dependemos muito da cultura africana pois, eles fizeram parte da nossa historia e fazem parte de nossas origens.

    ResponderExcluir
  2. Eduardo e Joao Vitor23 de maio de 2011 08:16

    Embora ainda haja muito preconceito no Brasil, nos ainda apreciamos alguns traços da cultura afro-brasileira e aproveitamos essa variedade cultural tão importante para a nossa historia e vida cotidiana. Ex:hoje o samba e extremamente admirado e é um traço fundamental do povo brasileiro.
    Eduardo nº10 8ºano
    João Vitor nº18 8ºano

    ResponderExcluir
  3. Caio e Guilherme 8º Ano23 de maio de 2011 08:19

    Caio nº 7 e Guilherme nº 15

    Nós não sabemos valorizar a cultura afro-brasileira. Olhamos para ela como se fosse inferiores a nós, mas muitas vezes usamos palavras de origem africana e só sabemos os significados, dessas palavras graças a Cultura afro-brasileira. Outro fator, que não é bom é o preconceito racial, que muitas vezes nós praticamos sem saber, através da descriminação; julgar só pela raça e não pelo o que ele faz. ‘Nos podemos não mudar o Mundo, mas estamos tentando’

    ResponderExcluir
  4. Desde o tempo da escravidão o a cultura afro-brasileira é reprimida por pessoas racistas ou até mesmo o governo do nosso
    país.
    O que é mais deprimente pois essa cultura poderia adicionar muitas coisas diferentes no nosso dia a dia, podendo enriquecer
    nossa cultura, vocabulario e até mesmo na culinária.
    Deveriamos ser muito gratos a essas adesões a nossa cultura o que talvez não possa parecer mas é muito importante, as vezes
    pode até passar em branco porém é algo crucial tomarmos a sabedoria sobre o passado, a história não pode passar em vão.
    Deviamos nos envergonhar pelos atos desumanos ocorridos no passado de nosso país e tentarmos recuperar um dano colossal
    causado por nossos antepassados.


    Autores:
    Eric Paiva Simão nº11
    João Gabriel Silva nº16

    ResponderExcluir
  5. Rebecca e Brenda23 de maio de 2011 08:27

    Os brasileiros não sabem valorizar suas culturas e não dão o valor necessário que a cultura afro-brasileira precisa.A maioria dos brasileiros é descendente de negros e não sabem disso.Muitos são preconceituosos e não aceitam que negros habitem o mesmo local que eles ,que comam no mesmo ambiente e nem que trabalhe no mesmo local. Muitas palavras que usamos no nosso dia a dia tem origem afro-brasileira. A nossa cultura também originasse do afro-brasileiro , como o samba ,capoeira... A também palavras que originasse do afro-brasileiro como:cachimbo ,cachaça ,bagunça ,batucada ,caçula ,fuxico ,moleque.

    Brenda Cravalho nº6
    Rebecca Paiva nº30

    ResponderExcluir
  6. Gabriel / Thiago23 de maio de 2011 08:27

    Uma grande parte da população brasileira não “liga” tanto para este assunto da cultura afro-brasileira. A parte da população que considera a cultura como todas as outras, de um modo normal são poucos. Se ocorre algum tipo de preconceito deve ser pela cor da pele dos afro-brasileiros, que achamos um absurdo, pois não é necessário isso para que possa levar uma vida normal.
    Gabriel Gama n° 13
    Thiago Rocha n°32 8°Ano

    ResponderExcluir
  7. Amanda Luisa, Amanda Torres e Beatriz23 de maio de 2011 08:29

    Nós achamos que hoje em dia não valorizamos como deveríamos a cultura afro-brasileira, pois damos mais valor na nossa sem saber que tem muita influencia do afro-brasileiro em nossa cultura como, por exemplo: tomar banho todos os dias
    Muitas pessoas tem preconceito com os negros como se eles fossem menos do que os brancos, mas não são hoje em dia ainda tem muito preconceito as pessoas não respeitam os negros tratam como lixos e na época da escravidão eles também eram tratados assim pelos seus donos.
    A lei áurea deu liberdade aos escravos mas mesmo assim o preconceito permaneceu, e hoje ele esta muito forte, naquela época os negros foram libertos mas não sabiam como viver pois seus donos não ensinaram a eles um meio de sustento próprio.
    Nomes: Amanda Luisa, Amanda Torres e Beatriz
    Números: 02 03 e 05
    8º ano

    ResponderExcluir
  8. Cassiano - José w. - Gabriel C.23 de maio de 2011 08:29

    Nomes: Cassiano Rodrigues N°09; José Washington N°19; Gabriel Castro Nº12.
    Comentário: A cultura Afro-brasileira é menos valorizada por algumas pessoas que tem preconceito e acham que só por que essa cultura ter origem africana a consideram menos digna, e por isso acabam cometendo um tipo de racismo.

    ResponderExcluir
  9. Yasmin Almada, Maria Julia Dias23 de maio de 2011 08:29

    Não sabemos valorizar, mas devíamos ter um pouco de respeito, pois nós temos muito da cultura deles. Ex: As palavras, os costumes e etc.
    Varias palavras da cultura Afro-Brasileira são usadas no nosso dia-a-dia, como: axé, bagunça, batucada, cachimbo, cachaça, cafuné, caçula, capoeira, moleque, quitanda, samba, entre outras.
    A maioria das pessoas tem muito preconceito com os negros. Só pelo fato de serem de uma raça diferente, acham que eles podem desprezar os negros e acabam não dando valor para o que a pessoa realmente é.

    ResponderExcluir
  10. Thais Campanati e Paula Brito 8º ano23 de maio de 2011 08:31

    Embora a humanidade tenha evoluido um pouco e o negro passou a ser mais valorizado, ainda existe muito preconceito. Muitas pessoas valorizam a cultura afro-brasileira mas mesmo assim ainda existe aquelas que pensam que o branco seja melhor e que o negro seja de alguma forma diferente. O que elas não entendem é que a cultura do nosso país foi muito influenciada pelos africanos e a grande parte dos nossos costumes vieram deles. Não existe diferença entre branco, preto, amarelo. A cor da pele não diz quem a pessoa é nem o seu caráter e sim suas atitudes. Mas o preconceito não vem só de branco para negro, negro também discrimina o branco e até mesmo a si próprio.

    ResponderExcluir
  11. Letícia/Rafaella23 de maio de 2011 08:32

    Nós ainda temos muito preconceito sobre a população afro-brasileira e a negra, e não vemos que fazemos parte dessa cultura, por tanto não damos valor a nossa descendência.
    Nós achamos que o preconceito nunca irá acabar, pois terá sempre alguém que vai julgar pela cor, aparência ou do seu jeito de se manifestar. Esse preconceito existe, porque, na época dos escravos os “brancos” tratavam os negros como se fosse um objeto e judiavam muito deles, e por isso o preconceito foi sendo gerado.

    ResponderExcluir
  12. Ana Paula e Larissa23 de maio de 2011 08:37

    Alunas: Ana Paula e Larissa n° 04 e 20 8°ano

    Palavras usadas pelos escravos no passado são usadas por nós sem percebermos e sem darmos valor. A cultura afro- brasileira se misturou com a cultura brasileira, assim, o brasileiro não da valor a nenhuma.Os escravos influenciaram muito no nosso dia-a-dia. Assim fazendo com que mais e mais pessoas tenham o preconceito com os negros(afro-brasileiros)

    ResponderExcluir
  13. Achamos que a cultura afro-brasileira ainda é valorizada e usada. Assim como tem palavras que ainda usamos em nosso dia-a-dia, como: Cafuné, bafafá, moleque, dengo, fuxico, cachaça e etc.
    Também achamos que ainda existe muito preconceito hoje em dia. Muitas pessoas ainda abusam dos negros, tanto emocionalmente como, fisicamente. Também dá para perceber a “escravidão” meio que escondida. Em nossa opinião, isso não deveria acontecer. É muita injustiça sem motivo. Por isso, hoje em dia existem ONGs, tentando acabar com a “escravidão” de hoje em dia. É muito importante que todos tenham consciência de como é péssimo a “escravidão” e, então denuncie imediatamente.
    Colocamos escravidão entre aspas, porque a escravidão de hoje em dia não é igual a do século XVIII, por que a daquele tempo havia muita violência tanto física e emocional como sexual também. E hoje, ainda há violência de todos os tipos, porém a mais usada é a emocional, como isolar o negro de outros grupos. Sendo assim, o negro, não consegue um emprego bom, e aí começa a escravidão de hoje em dia.
    O negro chega no Brasil, e não tem nada, então ele vai a busca de um emprego para conseguir sobreviver. Aí, chegando lá, o “chefe” dele, dá as regras: Você pode dormir aqui, em troca de trabalho, mas seus documentos permanecem comigo.
    E vai crescendo uma divida inacabável.

    Adriana Bitencourt, nº1
    Carol Tiburcio, nº8
    8º ano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que ninguém valoriza a cultura afro-brasileira e mesmo os descendentes de negros esquecem que palavras como cachimbo, cachaça e caçula são de origem negra. Eles fazem pouco caso de sua própria cultura de origem. Nós usamos coisas por acaso e não nos tocamos sobre sua origem. Mateus, 9° ano, EMEIEF Soares dutra.

      Excluir
    2. embora por nosso pais ser bastante desenvolvido ainda ha muitos preconceito sobre a cultura afro-brasileira.muitas pessoas julgam o outro pelo cor mais isso e errado não podemos julgar ninguen pela cor raça;religião sua escolha sexual.muitas palavras da cultura afro-brasileira são bem usadas e apreciadas por muitas pessoas como;bagunça,cachaça,cafune,dengo,moleque e o samba.são palavras popular e bem conhecida por muitas pessoas.hoje não podemos julgar uma pessoa pela cor pois a cor de uma pessoa não determina o que ela é.Milena Martins Ramos 9 ano EMEIEF SOARES DUTRA

      Excluir
    3. caio e lucas

      hoje em dia muitas pessoas tem muita preconceito com muitas
      pessoas negras nos noã

































































      ,

      Excluir
    4. Lucas e Caio

      Hoje em dia muitas pessoas tem preconceito racial. Más nos não deveríamos ter nos dias atuais de hoje a cultura-afro brasileira não está muito comentada más podemos melhorar.

      Excluir
  14. hoje em dia pessoas ainda vêem os negros como uma pessoa inferior a eles e não consegue entender que eles são pessoas normais e por dentro são iguais a todos nos. as pessoas de hoje em dia precisam de vergonha na cara fica descriminando os negro mas na hora de utilizar os costumes deles nem lembram de onde vem como por exemplo o carnaval eles os descriminam mas na hora de pular na avenida nem lembra que o carnaval só existe por causa dos africanos "os preto" por isso nos achamos uma falta de vergonha ficarem descriminando os negro esse e o nosso modo de pensar.

    Gleiciane Vieira Ramos
    Thierry Fraga da Rocha
    EMEIEF SOARES DUTRA 9° ANO 8° SERIE

    ResponderExcluir
  15. Infelismente a muitas pessoas que tem preconceito com o negro,naõ so com ele, mas e oprincipal afetado,as vezes eu me pergunto so pela cor que ele e excluido afinal naõ somos da mesma carne,naõ somos todos irmaõs?uma das nossas principais culturas e a cultura afro-brasileira vinda dos negros,ate hoje usamos ela,algumas palavras saõ mais usadas como cachaça,samba,quitanda e outras.Naõ so por presisarmos da cultura mas por uma questaõ de respeito afinal quem da respeito merese respeito.
    aluno:Andressa Onorio da Silva.
    serie:9ºano
    EMEIEF Soares Dutra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii dessa parabens

      ficou top


      bom d+ vc e 10







      Excluir
  16. infelizmente no Brasil tem muitas pessoas que sofrem com o preconceito racial, tem pessoas que acham que podem mais do que as outras e se esquecem que boa parte da nossa cultura tem grande influencia indigena
    Nós não devemos desvalorizar as pessoas pela sua cor, quando Deus fez o mundo ele não nos diferenciou pela cor e sim nos fez a sua imagem e semelhança somos todos da mesma cor e cultura.

    nome=Nitsa Delle e Laila Priscila
    serie=9° ano
    escola= EMEIEF Soares Dutra

    ResponderExcluir
  17. sabemos que hoje o preconceitoé uma causa seria, pois quando praticado, o auvo da piada é o que mais sofre. imagine voc~e sendo zombado porque você é diferente dos outros,porque é negro. ninguem merece isso!
    temos que saber que vivemos em um país de diversas culturas,"o brasil" que chamamos de "país mistureba". diversas cores,raças,culturas,religiões e outros.
    e essas culturas temos que valorizar,porque fazemos parte dela. temos herdado muitas coisas dos povos africanos,danças, comidas, linguas e outros.o brasil não seria o brasil se não tivesse o samba, uma das principais culturas do nosso país.então pense duas vezes antes de debochar,zombar,criticar, uma pessoa negra pois essa pessoa não é diferente de ninguem ao contrario são muito especiais.
    deixo aqui meu recado!
    iara vasconcelos de oliveira (EMEIEF " SOARES DUTRA) CAFELÂNDIA ADN ES.

    ResponderExcluir
  18. Gheovanna e Ingrid 9ºano.

    Não sabemos valorisa a cultura afro-brasileira.
    muitas pessoas não dão valor a isso, e varias palavras da cultura afro-brasileira nos falamos e nem sabemos as origens delas. A maioria dos brasileiros e decendente de negros e não sabem e são muitos preconceituosos .
    E aquele tempo havia muita violência tanto fisica como emocional, hoje em dia é mais usado a emocional mais há violencia de todos os tipos : Tipo isolar o negro de grupos sendo assim eles não conseguem empregos em certos lufares , não tem muitas amizades e sofrem muitas agreções.

    Escola : E.M.E.I.E.F "Soares Dutra" .

    ResponderExcluir
  19. Alunas:Ana Lúcia e Márcia Eduarda 13 de novembro,de 2012 Ainda existe muito preconceito no mundo contra os negros com relação a: não aceitar um deles no ambiente de trabalho e dar apelidos ofensivos e prejudiciais, tudo isso por que não sabemos reconhecer que muitas das coisas que fazem parte da nossa cultura originaram-se da cultura afro- brasileira como a capoeira,o samba,a feijoada que e um prato típico de todo brasil e muitos outros mais.

    ResponderExcluir
  20. alunas =Rita Mireli Angelica 13/11/12 EMEIEF SOARES DUTRA 8ºANO
    Não sabemos valorizar a cultura afro-brasileira mas e graças a ela que o Brasil e um pais cheio de cultura e de comidas tão gostosas e cheia de alegria .muita gente tem discriminacão contra os negros mas vivem falando as girias que eles falam .a cor da pele não interfere no que a pessoa e de verdade mas sim o coração ,muitas pessoas julgam os dizendo que eles são maus que não tem carater mais na verdade isso não tem nada a ver pois não devemos julgar as pessoas pela cor mais sim pelo carater e pensamentos delas.

    ResponderExcluir
  21. Alunos Jarllen Felipe Andressa serie 8º ano escola Emeief soares dutra
    A cultura Africana e muito criticada por muintos brasileiro ou seja por pessoas com cor clara,pessoa que não sabem valorizar a cultura africana, é as vezes acaba praticando racismo.

    data 13 /11/2012.

    ResponderExcluir
  22. Eu acho que ningue precisa ter precomceito por que nos somos todos iguais em relação as caracteristica ou tanbem de origem se e negro ou braco,todos tem direitos iguais se nos tetarmos valorizarmos a cultura afro brasileira nos conseguimos,as pessoas que praticam preconceito com os negros racismo eu acho que a escravidão ja acabou a muito tempo todos tem o direito iguais por que ninguem e melho do que ninguem.Alunos Natanaeli Fabiola Jarliane

    ResponderExcluir
  23. Quando falamos em cultura afro às vezes somos preconceituosos e descrevemos nosso raciocinio discriminando. Por viver numa sociedade marcada pelo etnocentrismo esquecemos de relativizar. Alunos do 9º ano de EMEIEF SOARES DUTRA

    ResponderExcluir

Por favor, coloque seu nome e alguma identificação (cidade, profissão ou instituição).

Se for aluno do RAFAEL, coloque seu nome e série !

Os comentários NÃO são publicados diretamente no BLOG !!! Primeiro eu leio, aceito e posteriormente eles entram no ar ! ! ! !

= ]